Blog da Seara Bendita

Pena de morte e justiça divina segundo o espiritismo

Pena de Morte Segundo o Espiritismo

Compartilhe:

Facebook
Twitter
Pinterest
WhatsApp

À medida que a humanidade avança em sua jornada de evolução, é natural que questionemos e reavaliemos práticas que por muito tempo foram consideradas como parte integral do sistema de justiça. Um desses temas de discussão crucial é a pena de morte. Nosso progresso social e moral tem nos levado a repensar essa forma extrema de punição, vislumbrando um futuro onde a pena de morte seja totalmente abolida da face da Terra.

Ao olharmos para sociedades mais avançadas, percebemos uma tendência clara em restringir o uso da pena capital. Os direitos humanos, mesmo para os reconhecidamente culpados, têm sido cada vez mais respeitados, marcando um avanço significativo em nosso entendimento coletivo sobre justiça e moralidade.

A Lei de Conservação, que nos concede o direito inalienável de preservar nossa própria vida, nos leva a refletir sobre a necessidade real de eliminar um indivíduo perigoso da sociedade através da pena de morte. Há diversas maneiras de protegermos a nós mesmos e a comunidade sem recorrer à violência extrema. Além disso, é fundamental considerar a possibilidade de redenção e transformação do criminoso, mantendo sempre aberta a porta do arrependimento.

A noção de justiça divina, expressa na pena de talião, nos leva a compreender que cada ação tem suas consequências inevitáveis, seja nesta vida ou em futuras existências. Aquele que causou sofrimento aos outros inevitavelmente experimentará o mesmo sofrimento em algum momento. No entanto, as palavras de perdão e compaixão de Jesus nos lembram da importância de perdoarmos aqueles que nos ofendem, buscando a reconciliação e o amor ao invés da retaliação.

Aqueles que buscam aplicar a pena de morte demonstram falta de compreensão sobre as leis de Deus, uma vez que, pela visão espiritual, esta prática acaba por libertar o espírito delituoso, ao invés de mantê-lo aprisionado ao seu corpo para expiar as suas faltas ainda nesta encarnação.

Na caminhada de progresso e iluminação, é essencial que continuemos a questionar e repensar nossas práticas para lidarmos com o crime e a punição. A verdadeira justiça reside na capacidade de transformação, na redenção e na reconciliação, valores que devem guiar nossas ações em busca de um mundo mais justo e amoroso para todos.

 

Vide Pena de morte, Capítulo VI, Da Lei de Destruição, O Livro dos Espíritos, Allan Kardec.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
Pinterest
WhatsApp

Outras publicações

Como comprar?

Escolha seus produtos e selecione abaixo como deseja realizar seu pedido:

Por telefone

Opção 3

Por e-mail

Por WhatsApp

Ou se preferir, solicite agora mesmo através do formulário abaixo.

Doações em dinheiro

Caixa da Secretaria Administrativa

Se você preferir, pode fazer a sua doação em dinheiro ou cartão de crédito/débito, diretamente em nossa Secretaria Administrativa, na sede da Seara, na Rua Demóstenes, 834 – Campo Belo.

Horários:

Doações em dinheiro

PIX

Utilize nossa chave PIX:
CNPJ:  62.629.613/0001-40

Ou, utilize o QRCode abaixo para fazer usa doação.

Doações em dinheiro

Transferência Bancária

Faça o depósito em uma das contas bancárias informadas abaixo:

CNPJ 62.629.613/0001-40 

Entre em contato
com a Seara Bendita

Por telefone

E-mail

Se preferir, envie um e-mail agora mesmo:

Saiba como chegar

Rua Demóstenes, 834, Campo Belo – São Paulo – SP